Teotopias - Lugares de encontro entre teologias e literaturas

Segunda-feira, Maio 31, 2021 - 11:05

Acaba de ser publicado na última Edição da Teoliterária – Revista de Literaturas e Teologias o dossiê dedicado ao tema Teotopias, fruto do I Colóquio Internacional TEOTOPIAS, organizado pela Cátedra Poesia e Transcendência – Sophia de Mello Breyner (Universidade Católica Portuguesa, Porto), em pareceria com a Faculdade de Teologia e o Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura.

O dossiê, organizado pelos investigadores do CITER, José Rui Teixeira, José Pedro Angélico e Alex Villas Boas, recolhe algumas reflexões seminais do evento que foram aprofundadas para o presente número da Teoliterária. Nele encontraremos fundamentalmente três eixos temáticos, por vezes entrecruzados:

  • [1] linguagem poética e linguagem teológica: continuidades e descontinuidades;
  • [2] linguagem poética e linguagem mística: inter[con] textualidades;
  • [3] linguagem poética e sagrado: aproximações estético- -fenomenológicas.

Fundacional para a perceção e expressão do mistério, a linguagem poética é lugar de uma articulação paradoxal, nada acrescentando à representação descritiva do mundo. Encontrando-se o positivismo teológico em crise, paradigma que sempre cedeu demasiado à obsessão pela verdade, tem-se vindo a notar um crescente interesse pelo estudo teológico de produções literárias como lugares de redenção da linguagem referencial, própria do discurso tradicional da teologia.

Na sua performatividade quase litúrgica, a linguagem poética aproxima o objeto do discurso teológico do seu eixo verdadeiramente referencial: a transluminosa treva do Silêncio (Pseudo-Dionísio).

Este lugar de onde miramos a realidade é tributário de uma conceção teotópica, pois é fruto de um empenho em encontrar e consolidar o que nos une, num longo itinerário marcado por situações babilónicas em marcha a um desejo poético de Pentecostes.

Teoliterária é um periódico de acesso aberto, indexada na Web of Science, e o dossiê pode ser visto aqui.