A família um precioso poliedro. Propostas didático-pedagógicas no contexto da EMRC

Inscrições até 2 de março de 2022

A Faculdade de Teologia, em parceria com o Secretariado Diocesano do Ensino Religioso de Lisboa, promove, de 4 a 31 de março de 2022, a ação de formação, em regime integralmente Online, dedicada ao tema «A família um precioso poliedro. Propostas didático-pedagógicas no contexto da EMRC».

Esta ação de formação conta com o apoio estrutural do Secretariado Nacional da Educação Cristã.

A formação conta com a orientação dos professores Juan Ambrosio (FT), Jerónimo dos Santos Trigo (FT), Paulo Malícia (SDER - Lisboa) e Susana Costa Ramalho (FCH) e está estruturada em 7 sessões de trabalho.
 

Destinatários:

Grupos de recrutamento do grupo 290 (professores de EMRC)

Com formação creditada pelo Conselho de Formação Contínua de Formadores - CCPFC, a ação releva para efeitos de progressão em carreira para os Docentes de EMRC pertencentes ao grupo de recrutamento 290 (1 crédito).
 



Um olhar minimamente atento, para o momento histórico que estamos a viver e para os desafios que dele decorrem, facilmente é capaz de intuir a importância e o papel absolutamente central e indispensável que a família ocupa como pilar fundamental da organização social e da própria experiência da vida humana.

Também ao nível da comunidade cristã a família ocupa um lugar similar, como não podia deixar de ser, e como é destacado de uma maneira evidente pela celebração do Ano Família Amoris Laetittia a decorrer de 19 de março de 2021 a 26 de junho de 2022, com o qual se quer assinalar o 5º aniversário da Exortação Apostólica Pós Sinodal do papa Francisco, Amoris Laetitia. Sobre o amor na família (2016).

Preocupada em contribuir para o desenvolvimento integral dos alunos, a disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica dá uma enorme importância à família, sendo a reflexão sobre esta o tema explícito de duas unidades letivas (1º ano do Ensino Básico, UL 3 «Crescer em família» e 5º ano do ensino básico, UL 3 «Família comunidade de amor») e surgindo como conteúdo destacado em muitas outras unidades.

Por ter sido aprovado em 2014, o Programa da disciplina não incorpora, contudo, toda a preciosa reflexão desenvolvida a partir da Exortação atrás referida, bem como a partir da situação pandémica tão extraordinária que estamos ainda a viver e que tantas consequências (negativas e positivas ) trouxe para a experiência familiar.

Próximos Eventos